Daki Semiárido Vivo

O Quintal Produtivo é um espaço vivo e cheio de possibilidades. Geralmente localizado ao redor das casas e protagonizado por mulheres. Com forte potencial produtivo e econômico, é importante para segurança alimentar das famílias.

O Quintal Produtivo é o espaço ao redor das casas, geralmente gerenciado por mulheres, com forte potencial produtivo e econômico. No Semiárido brasileiro, os quintais são caracterizados pela sua diversidade e por serem um espaço vivo, de forte socialização. Neles, é possível encontrar plantação de hortaliças, criação de pequenos animais, plantas medicinais, forrageiras, pés de frutas, flores, etc., mesmo em pequenos espaços. A água de tecnologias sociais como as cisternas, que garantem água para a produção de alimentos, são importantes para a sua manutenção. Os Quintais acumulam o conhecimento das mulheres sobre seu manejo e potencialidades. São espaços muito importantes para a garantia da segurança alimentar das famílias.

Como funciona

Os Quintais produtivos são espaços de sabedoria, muito importantes para a segurança alimentar das famílias.

Os Quintais produtivos não são apenas uma extensão do espaço da casa, como consequência de as mulheres serem socialmente responsabilizadas pelo trabalho doméstico, mas são espaços protagonizados por mulheres, que promovem a experimentação a partir de seus conhecimentos. Contribuem para a preservação da agrobiodiversidade, para a alimentação familiar, e também para a economia familiar, seja pelo autoconsumo, seja pela comercialização do excedente na comunidade ou em outros espaços, como feiras, programas institucionais, entre outros, contribuindo para a geração de renda. Também são espaços de socialização da família, ocupado pelas brincadeiras infantis e pelos animais.

Como muda a vida

“Com a comercialização dos produtos do Quintal, muitas mulheres passam a ter autonomia econômica garantida”

No Semiárido brasileiro, as mulheres historicamente foram responsabilizadas pela busca da água para afazeres doméstico e para alimentação familiar. Num contexto de concentração e escassez das águas, a maioria caminhava longas distâncias diárias para garanti-la. Com a conquista do acesso à água perto das casas, especialmente a partir da articulação da sociedade civil brasileira, as mulheres potencializaram o uso das águas com o cultivo ao redor de suas casas. Elas que tinham seu trabalho desvalorizado e invisibilizado, pela sociedade estruturalmente patriarcal, passaram também a protagonizar a manutenção do sistema produtivo familiar e ao fomento da agroecologia. O que passou a fortalecer não só a alimentação familiar, mas também visibilizar seu protagonismo produtivo e econômico na família. No entanto, muitos desafios ainda existem para que essa seja uma realidade em todo o Semiárido brasileiro, e também em todo o mundo. Ainda diante desse contexto, é possível a observação de mudanças de vida.

  • Contribui para que mulheres sejam visibilizadas como protagonistas da construção da convivência com o Semiárido;
  • O protagonismo à frente dos quintais possibilita que mulheres assumam cargos de liderança em organizações comunitárias, grupos, entre outros, a partir de valorização de suas capacidades;
  • Os Quintais produtivos se fortalecem como espaços de troca de conhecimento familiar, comunitário e entre mulheres;
  • Possibilita que mulheres tenham mais autonomia sobre o que produzem, consomem e comercializam;
  • Valorização e preservação da agrobiodiversidade local, com as espécies de plantas, mas também das sementes armazenadas;
  • A diversidade alimentar produzida nos quintais garante a segurança e soberania alimentar das famílias.

Como fazer

Os Quintais produtivos são processos de fácil implementação e baixo custo, e apesar da forte presença em áreas semiáridas, no Brasil, são possíveis de serem realizados não apenas em áreas rurais, mas também urbanas e periurbanas. É importante que se tenha uma área garantida para seu cultivo, mesmo que um pequeno espaço, e o acesso a água. Nele é possível ter um uso racional dessa água, a partir dos princípios da agroecologia.

Como cuidar

Os cuidados e a manutenção do Quintal produtivo são essenciais para o fortalecimento do seu potencial produtivo e econômico. A valorização do protagonismo das mulheres em sua conservação são essenciais para o crescimento desse potencial produtivo, mas também para autoestima das mulheres. É importante que a produção siga os princípios da agroecologia, pois a segurança alimentar, assim como preservação da agrobiodiversidade são garantidas. Mas sem uma perspectiva feminista de reconhecimento e valorização do trabalho das mulheres, além da garantia do seu espaço como protagonista, não existe agroecologia. Com cuidados  diários, o Quintal produtivo garante benefícios para toda a família.

Cuidados para a manutenção da estrutura

  • Visibilizar o trabalho realizado pelas mulheres como essencial e estruturador das outras atividades produtivas e econômicas desenvolvidas pela família;
  • Realizar uma divisão justa dos trabalhos domésticos e de cuidados, para não haver sobrecarga para as mulheres;
  • Valorizar o Quintal como um importante agroecossistema para a unidade produtiva familiar;
  • Questionar os padrões e estrutura das relações socialmente construídas para desvendar o potencial dos Quintais produtivos e o trabalho das mulheres;
  • Utilizar práticas agroecológicas, para evitar uso de venenos, mas também de violência.

Referências