Daki Semiárido Vivo

RETOMADA DO TERRITÓRIO TRADICIONAL E RECONVERSÃO AGROEXTRATIVISTA DE ÁREAS DEGRADADAS PELA MONOCULTURA DO EUCALIPTO: OS GERAIZEIROS DE VEREDA FUNDA

Voltar para a lista de iniciativas RETOMADA DO TERRITÓRIO TRADICIONAL E RECONVERSÃO AGROEXTRATIVISTA DE ÁREAS DEGRADADAS PELA MONOCULTURA DO EUCALIPTO: OS GERAIZEIROS DE VEREDA FUNDA
  • Categorias: Acceso y Gestión de la TierraAcceso y Gestión de la Tierra,Acesso e Gestão da Terra,Conservação e Manejo Florestal,Conservación y Manejo de Bosques,Inovação e organização social,Inovacción y organización social,Manejo de Suelos,Manejo do Solo,Produção Biodiversa,Producción Biodiversa
  • Tipo: Experiências Sistematizadas
  • Região: Semiárido Brasileiro
  • Idiomas: Português
  • Identidade: Comunidades Tradicionais
  • Resumo: Esta sistematização apresenta a experiência da comunidade geraizeira de Vereda Funda, e relata a construção de uma ação em rede entre comunidades tradicionais para manter o modo de vida e a proteção do território, através da retomada do território e ações de reconversão agroextrativista, que foram base para a posterior constituição de um Projeto de Assentamento Agroextrativista (PAE) pelo INCRA. O relato trata do enfrentamento à degradação ambiental, social e cultural promovido pelo complexo siderúrgico florestal, feito a partir da retomada das chapadas; construção de um plano de gestão do território de uso comum; e a revitalização dos sistemas agroflorestais tradicionais denominados de “chacras”, associados a novas estratégias de beneficiamento e comercialização do café e de frutos do cerrado, envolvendo uma organização cooperativa e um grupo de mulheres. Um movimento alicerçado em um conjunto de tecnologias sociais, agroecológicas e agroextrativistas visando a proteção, manutenção e ampliação da disponibilidade hídrica para consumo e produção, aliadas à conservação e uso sustentável da biodiversidade dos agroecossistemas.
  • PDF: Download