Daki Semiárido Vivo

FORMAÇÃO E APROPRIAÇÃO DA TECNOLOGIA SOCIAL DOS FOGÕES AGROECOLÓGICOS PARA A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS SAUDÁVEIS

Voltar para a lista de iniciativas FORMAÇÃO E APROPRIAÇÃO DA TECNOLOGIA SOCIAL DOS FOGÕES AGROECOLÓGICOS PARA A PRODUÇÃO DE ALIMENTOS SAUDÁVEIS
  • Categorias: Energías SosteniblesEnergías Sostenibles,Energias sustentáveis,Inovação e organização social,Inovacción y organización social
  • Tipo: Experiências Sistematizadas
  • Região: Semiárido Brasileiro
  • Idiomas: Português
  • Identidade: Mulheres
  • Resumo: O fogão agroecológico é uma tecnologia social de convivência com o semiárido, que traz como benefícios a diminuição da queima de lenha em até 60% menos do comparado com o fogão a lenha tradicional. Sua alta eficiência em manter a temperatura contribui para diminuir o tempo de cozimento dos alimentos e aumenta as opções de modos de preparo, proporcionando uma forma de cozimento mais saudável. A inovação é uma alternativa econômica ao uso do gás, e contribui para diminuir os impactos ambientais ao promover o manejo e a queima da lenha de forma sustentável. Nesta sistematização será apresentado o processo de organização e construção dessa tecnologia pelo Grupo de Mulheres Unidas Venceremos do assentamento José Sotero, município de Caraúbas, Rio Grande do Norte. Ele foi realizado em um contexto de intercâmbio na cidade de Remígio, Paraíba, no qual o grupo de mulheres se mobilizou junto a parceiros como a Comissão Pastoral da Terra, para replicar a experiência e garantir a construção dos fogões das casas de 14 mulheres do grupo. Como parte do processo, também foi organizada a construção de uma poupança de fundo rotativo para custear atividades organizativas e produtivas do grupo de mulheres.
  • PDF: Download