Daki Semiárido Vivo

REDE DE GUARDIÕES E GUARDIÃS DA AGROBIODIVERSIDADE DO NORTE DE MINAS: RESGATE E MANUTENÇÃO DE RECURSOS GENÉTICOS TRADICIONAIS

Voltar para a lista de iniciativas REDE DE GUARDIÕES E GUARDIÃS DA AGROBIODIVERSIDADE DO NORTE DE MINAS: RESGATE E MANUTENÇÃO DE RECURSOS GENÉTICOS TRADICIONAIS
  • Categorias: Inovação e organização socialInovação e organização social,Produção Biodiversa,Sementes crioulas
  • Tipo: Experiências Sistematizadas
  • Região: Semiárido Brasileiro
  • Idiomas: Português
  • Identidade: Comunidades Tradicionais
  • Resumo: No Norte de Minas Gerais a Rede de Famílias Guardiãs da Agrobiodiversidade foi constituída como desdobramento de trabalhos iniciados pelo CAA-NM na década de 1990, de resgate, avaliação, seleção e armazenamento de variedades de sementes crioulas em interação com a Rede de Intercâmbio de Sementes – RIS. A rede é composta por famílias de agricultores e assentados de reforma agrária que se afirmam enquanto povos e comunidades tradicionais: indígenas Xakriabá e Tuxa; veredeiros; caatingueiros, vazanteiros, quilombolas, geraizeiros e apanhadores de flores sempre-vivas, distribuídos em municípios do Norte de Minas e Espinhaço Meridional. Sua luta é pelo reconhecimento da importância que os sistemas agrícolas tradicionais, e seus guardiões, desempenham na manutenção de um amplo estoque genético de espécies e variedades por eles manejadas, em constante coevolução com o contexto agroambiental e climático. Para tal, a Rede conta com estratégias e práticas como a Comissão de Agrobiodiversidade, Casas Familiares e Comunitárias de Sementes, a Casa Regional de Sementes e os Campos de Produção de Sementes.
  • PDF: Download
  • Vídeo: Assistir